22 Jun 2018

Vencendo o medo de fazer uma apresentação

Vencendo o medo de fazer uma apresentação

Vencendo o medo de fazer uma apresentação

Ficar nervoso quando temos que começar uma apresentação é comum para muitas pessoas.

Podemos considerar que essa sensação é até importante, em um grau moderado e leve, porque ficamos atentos. Há pessoas que ficam em uma situação muito difícil, e apresentam uma alteração física muito acentuada que se manifesta por meio de tremor, brancos, a voz falha, a respiração fica alterada e muitos outras manifestações.

 

Podemos controlar o nervosismo por meio da respiração

Existe duas maneira rápidas para a controlar o nervosismo para falar em público.

1ª Controle sua respiração

A respiração se altera quando estamos em uma situação de alerta. O cérebro entende que falar em público é uma situação similar a um momento de grande perigo e libera substâncias que altera nosso batimento cardíaco e respiratória, temos tremor, suamos, temos uma grande tensão corporal em fim o corpo responde a essas substância de diversas forma, as descritas foram apenas algumas.

Você pode restabelecer o equilíbrio corporal controlando seu ritmo respiratório.

Se coloque em uma posição confortável com a coluna apoiada (sentado ou deitado), feche os olhos e respire lenta e suavemente com uma inspiração (entrada do ar) e expiração (saída do ar) pelo nariz.

  1. Inspire (puxe o ar) em um volume confortável ---- expire (solte o ar) lentamente.
  2. Inspire (puxe o ar) em um volume confortável ---- expire (solte o ar) lentamente.
  3. Inspire (puxe o ar) em um volume confortável ---- expire (solte o ar) lentamente.
  4. Assim sucessivamente até tranquilizar seu corpo.

Nesse exercício é muito importante perceber o ritmo e volume do ar que entra e saí do seu corpo, procure controlar seu ritmo respiratório fazendo com que fique mais lento e calmo ou mesmo que volte ao ritmo e volume normais. Procure fazer pelo menos 7 dias antes da apresentação, para que o corpo consiga se estabilizar mais rápido.

Bom assim estabilizou seu corpo. Agora, pode começar, mas como?

Saiba exatamente o que falar no começo.

2ª Saiba como começar.

Quando estamos nos sentindo em perigo, o cérebro começa a gerar respostas ou mesmo bloquear algumas, para ter condições de atuar no ataque ao perigo eminente. Isso pode gerar o tal branco tão temido em apresentação.

Mas tem uma solução. É só você seguir os seguintes passos para fazer uma introdução matadora.

A. Cumprimente a plateia.

B. Diga quem é você.

C. Situe o assunto que irá falar em uma ordem de tempo.

D. Fale o tema de sua apresentação.

Por exemplo:

Senhoras e Senhores bom dia é uma grande alegria estar hoje nesse encontro com pessoas tão importantes para minha cidade (A).

Meu nome é João Afonso de Melo, sou engenheiro florestal e fundador da empresa EcoAmbiental (B).

Há aproximadamente 20 anos não havia a quantidade de desmatamento que hoje podemos perceber em nossa floresta Amazônica, por isso é tão relevante encontros como esse que estamos participando (C).

E para mim um privilégio poder demonstrar para os senhores como é possível ter uma cultura de manejo sustentável das florestas tropicais (D).    

Use esse exemplo como modelo para suas introduções e coloque seu estilo.

Você não vai errar e se colocará de maneira mais segura diante da plateia e durante a ápice do seu nervosismo, que normalmente é no começo da apresentação, transmitirá mais tranquilidade ao público.

Com essas duas dicas conseguirá estabilizar seu corpo e terá mais clareza em sua comunicação.

NOSSAS SOLUÇÕES

Coach em comunicação

O coach de comunicação foi feito sob medida para você que deseja excelência na arte de comunicar.

SAIBA MAIS



Cadastre seu e-mail e seja o primeiro a receber nossos conteúdos